Instagram

Entre agulhas e outros hobbies é aqui que me encontram ! @uma.pausa.para

19 de agosto de 2016

A (minha) Estuary Scarf

Concluída antes do meu dia e bloqueada na véspera dele, olho para ela e nela vejo um desafio que consegui ultrapassar, sobretudo um desafio à minha atenção e sobretudo paciência, pois neste trabalho ela foi bastante testada: desde laçadas que se entrelaçam em outras malhas e nos fazem no avesso da peça a tricota-las juntas ou simplesmente cairem sem me dar conta. O maior desmancho ocorreu no primeiro 'quase fim' da peça, onde me vi 'obrigada' a desmanchar umas 80 carreiras porque uma das repetições que tricotei fazia com que as ondas mais pequenas não ondulassem consecutivamente... Encontrar-me não foi difícil mas depois emperrei num erro que me estava a desanimar e para desanuviar, comecei e terminei um casaco (ver post anterior a este) sem sequer tocar neste trabalho. Voltei mais animada e pronta para terminar as repetições finais que confundem já que fazem-nos trabalhar com numerações diferentes numa mesma carreira.
Bloquear a peça também não foi 'pêra doce'. Já vi alguns bloqueios dessa peça pelo Ravelry e não gostei, alteravam toda a estrutura da peça e depois tive conhecimento de um bloqueio através de arames flexiveis presos com os alfinetes para manter as curvaturas mas para este trabalho para além de não ter o material necessário queria manter as ondas do bordo e com muito põe e tira de alfinetes, praticamente não estiquei em comprimento, abri mais em largura porque era isso que iria mostrar o desenho. Com a ajuda de um tapete de ginástica, bem mais prático que os módulos de espuma já que posso 'levar' a peça bloqueada para onde quiser durante a secagem e por mim falo já que a minha casa não tem quartos de sobra nem muito menos espaço de sobra e na rua estava fora de questão, não fosse a gata Pituxa achar piada à minha oferta de 'mim para mim' ;o)
Seguem-se as fotos, as que foram possíveis de tirar:













22 comentários:

  1. Valeu! Valeu todo o trabalho, toda a paciência, toda a persistência! Venceste o desafio! Ficou lindíssima.
    Parabéns

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Nina, foi um xaile exigente mas valeu bem o tempo que dispendi com ele agora só falta mesmo os dias mais fresquinhos ;o)

      Eliminar
  2. Não sendo fácil...valeu a persistência pois está maravilhosa e assenta_lhe na perfeição!
    Bj amigo

    ResponderEliminar
  3. Não sendo fácil...valeu a persistência pois está maravilhosa e assenta_lhe na perfeição!
    Bj amigo

    ResponderEliminar
  4. Lindo, lindo, lindo ... hei-de fazê-lo.
    Quando bloquear estou a pensar colocar em cima de tule esticado sobre um estendal de roupa. Os alfinetes picam bem no tule, onde quisermos, acho eu.
    Está de parabéns por ter conseguido, apesar das adversidades, um trabalho tão difícil e bonito.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Maria José ;o) Sabe, eu já experimentei algumas formas de bloquear e usando aqueles tapetes fofinhos de ginástica que se enrolam foi a forma mais prática que encontrei. Tanto pode estar esticado como semienrolado com as duas pontas a tocarem-se (fazendo a forma de um cilindro) Como o xaile fica preso por alfinetes não se desmancha, mantem a forma que lhe demos e ocupa menos espaço. Beijinho

      Eliminar
  5. Oh, que lindo! Que maravilha! Ainda bem que não desististe: ficou lindíssimo, perfeito e muito requintado. E fica-te mesmo bem, sua linda!
    Beijinho grande e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Lete, muito obrigada pelas tuas palavras ;o) Adorei a peça depois de bloqueada, sem o fazer não tinha graça nenhuma e depois das dificuldades e de superá-las, vai saber muito bem vestir ;o) Beijinho

      Eliminar
  6. Persistência.... muita, mas valeu apena, ficou muito giro mesmo.
    Já comecei o meu com as tuas dicas, mas acho que vou chatear-te mais, mas de momento fiz uma pausa.
    Parabéns, excelente trabalho.
    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  7. Persistência.... muita, mas valeu apena, ficou muito giro mesmo.
    Já comecei o meu com as tuas dicas, mas acho que vou chatear-te mais, mas de momento fiz uma pausa.
    Parabéns, excelente trabalho.
    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Gaiata ;o) estou à disposição para o que precisares ;o) Beijinho

      Eliminar
  8. Gosto tanto!! Ainda bem que insististe e a teimosia venceu o desânimo..! Resultou num trabalho tão bonito :) Continuas uma inspiração no tricot para mim :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andreia, que querida nas tuas palavras ;o) agradeço muito elas ;o) beijinho

      Eliminar
  9. Upa! Valeu a pena a trabalheira Susana, a peça está lindíssima :) parabéns!!! bjs*

    ResponderEliminar
  10. Deu trabalho mas valeu a pena. Ficou linda a peça Susana. E ainda ficaste com essa sensação boa de te teres superado, não é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada MSPE ;o)
      Foi um desafio para mim sobretudo em fazer com que a peça fosse toda coerente, aquelas 80 carreiras desmanchadas doeram bastante a fazer ainda que enganadas, depois doeu desmanchar e voltar a fazê-las de novo... E é minha !! Beijinho

      Eliminar
  11. Uau... tão gira, e tão trabalhada. eu não conseguia fazer, trocava as agulhas todas :)
    Está perfeita.
    Pinta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Pinta ;o) Neste caso era mais dificil manter a atenção nos 2 esquemas em simultâneo, as agulhas era umas circulares e a peça é trabalhada ora no direito ora no avesso ;o) Beijinho

      Eliminar