Instagram

Entre agulhas e outros hobbies é aqui que me encontram ! @uma.pausa.para

30 de maio de 2016

A crescer

Hoje mostro-vos o que tem crescido nas agulhas de 3mm ;o) O nosso Babar que do original só tem mesmo o nome e o facto de ser um elefante, já que vou optar por uma roupinha mais descontraída para este boneco. Segui o Shoes Supplement lançado recentemente pela designer Julie Williams para tricotar os ténis na versão mais complicada e até nem correram mal como 1ª experiência, houve detalhes que não gostei na 1ª perna e na segunda perna já gostei mas na 2ª perna têm alguns detalhes que não ficaram a meu gosto, só mesmo com a prática, noto imperfeições nos pontos fronteiriços quando emprego o intarsia ficam alternadamente largos ou apertados e apesar de desconfiar que isso se deva ao meu ponto liga mais largo e ao meia mais apertado tenho que desvendar o facto de me saírem carreiras mais abertas e outras mais fechadas nas malhas que antecendem nova adição de cor... Adorei tricotar a cabeça e já a tenho feita à bastantes dias mas só hoje fiz os olhos e achei-o tão fofo ;o) ficam a faltar-me os braços e cauda e roupinha para o bichano não ter frio ;o)  A par das meias Skyp (link mais à frente nas meias beges) que tenho nas agulhas de 2,25 mm que crescem devagar, devagarinho, já terminei e ofereci as meias em lã bege com torcidos que mostrei aqui, mas nem cheguei a fotografar o par completo... E olhando para trás nos post este blog mais parece um jardim zoológico ;o)
Beijinhos e boa semana para vocês ;o)


24 de maio de 2016

Mais uma menina ;o)

A par da execução da Foxy, estava nas agulhas uma outra gatinha, desta vez para a colega do meu filho que tinha pedido uma. Foi feita com as sobras dos fios que tinha comprado a propósito da gata cor de rosa que fiz para oferecer pelo aniversário de uma outra colega do meu filho mais velho, na altura da compra estava indecisa nas cores que usar. Acabei por usar sobras da execução dessa gata, na gata que ofereci à minha cunhada e das sobras dessa gata fiz alguns detalhes para esta gata que mostro hoje. O cor de laranja é de uma projecto antigo em tricot que ficou de lado. Ainda me sobraram restos desses novelos.
A parte mais engraçada da execução desta gata foi ontem ter tirado fotos e quando me apercebi não tinha feito a cauda da bichana ;o) Mas no próprio dia fiz logo para completar a boneca. Hoje irá conhecer a sua dona, espero que goste logo e que não me diga que queria um vestido 'assim' ou 'assado', e que queria um laço como a da amiga, desta vez não sobrou fio nem para fazer o laçarote em tricot e a bandolete foi mesmo à conta, optei por fazer decoração com botões costurados. O vestido ficou curtinho porque o fio lilás não dava para mais...
E quando me fartarei de tricotar estes gatinhos? Ainda estou para saber ! Mas agora tenho nas agulhas um Babar, o inicio do Boy Elephant da Julie Williams.
Boa semana para voçês !






18 de maio de 2016

A pensar no frio

Ainda à tão pouco tempo estamos com dias mais quentes e há quem esteja a pensar no que vestir no Outono-Inverno...
A minha ideia inicial para a Foxy era fazer-lhe um casaco mas depois acabei por achar que o vestido seria suficiente. Entretanto lembrei-me de umas instruções de um capa com capuz para bonecos e adaptei as instruções ao fio que queria usar, mas acabei por preferir fazer apenas como capa/xaile, sem capuz. Gostei imenso e acho que mesmo com o calor a Foxy não se vai importar de andar vestida com esta peça ; o)
Obrigada pelos comentário acerca da Foxy no ultimo post, hoje publico no telemóvel e assim que puder respondo e adiciono a este post o link das instruções da capa que me baseei.
Boa semana para voçês ; o)

16 de maio de 2016

A Foxy

De nome inspirado nuns desenhos animados portugueses que o meu filho mais velho gostava muito de ver até termos perdido gravações que fizemos (e depois deixaram de emitir na TV) nasceu a Foxy. Mais uma vez adaptei as instruções dos vestidos da designer Julie Williams e fiz este com o método top/down e com mangas curtas, ainda assim a abertura das mangas ficou um pouco larga mas para um próximo vestido já sei o que fazer para contornar isso. O único defeito que aponto a esta boneca é a perna direita que ficou costurada um pouco torta (virada para dentro) mas só notei isso depois de ter escondido os fios da costura. Optei fazer o botão do vestido com o Anchored French Knot que a designer recomenda para os sapatos e olhos mas fiz de modo diferente e resultou num formato de botão que gostei bastante. As cores que escolhi para o vestido, meias e roupa interior é um tom ameixa que inicialmente parecia-me escurecer demasiado a boneca mas depois de vestida achei-a bastante Outonal, nada a ver com o tempo que está lá fora. Utilizei duas qualidades de lã, ambas da Drops, para a raposa e sapatos (bem como alguns detalhes no vestido) a lã Nepal que mistura lã de alpaca e lã de ovelha e para meias, roupa interior e vestido a lã Karisma, esta última mais fina que a primeira. A Foxy ficará cá por casa, foi pensada para ser nossa mesmo, já que quando testo uma instrução nova destes bonecos gosto de ficar com o/os primeiro/os. E esta menina já faz as delicias do meus filhos. O próximo boneco que tricotarei será o Elephant Boy e depois gostava muito de fazer um urso, seguindo as novas instruções lançadas pela designer, e antes de os tricotar já tenho os nomes deles: Babar e Toby ;o)






10 de maio de 2016

O 7º

Pois é, hoje apresento-vos o 7º gato que fiz em tricot seguindo as instruções da designer Julie Williams.
Com esta gata comecei a gostar mais de trabalhar com algodão. Fiz uma experiência em utilizar outra espessura de fio para sapatos mas gosto mais destes bichanos mais patudos do que com patas (ainda que com sapatos) mais pequenos. Gosto de ver a mesma espessura de fio na peça toda daí que nem tenha estado a utilizar as instruções para os vestidos  e sim uma versão da minha autoria.
Para esta gata utilizei restos do fio rosa mais escuro da gata anterior para meias e roupa interior o que me fez poupar na cor base da gata e sobrou para outros trabalhos.
Tentei tirar fotos melhores e algumas têm tonalidades bastante estranhas mas os dias têm estado bastante escuros e chuvosos e não queria adiar mais este registo fotográfico ;o)
Tenha uma boa semana ;o)









9 de maio de 2016

Destes dias

que estive sem publicar estive dedicada a tricotar a última gata que vos mostrei. Já a terminei e a mesma seguiu de oferta logo no sábado e não foi para uma menina mas para alguém da família já bem crescida (cunhada). Em boa hora propus ao meu filho a ideia de lhe oferecermos já que ela estava para fazer anos e como a tia gosta de cor de rosa ganhou uma gatinha bastante fiel e companheira ;o) Na minha opinião esta foi 'A Gata' a que saiu tal e qual como eu gostaria que saísse, fui mais fiel às instruções ainda assim fiz algumas modificações por não querer investir em mais fios para além dos que já tinha e ainda assim gostei do resultado. Mas hoje ainda não tenho fotos dela para mostrar, acabei mesmo no sábado e os dias têm estado tão chuvosos e escuros que nem me dei ao trabalho de fotografar, a sorte é que a dona mora mesmo aqui ao lado ;o) e assim que possa tiro-lhe umas fotos ;o)
Mas depois de ter acabado a gatinha fiquei com um vazio nas mãos ( e não é porque não tenha nada começado e à espera de ser terminado) e por ter-me baseado nas instruções da Girl fox in a flowery frock para executar as pernas das duas últimas gatas que fiz achei boa ideia começar uma raposinha e... a cabeça já está e gostei tanto de a fazer, mais do que a dos gatos já que o focinho é feito junto com a cabeça e não costurado. As orelhas foram super-divertidas de fazer ainda assim optei pela versão mais complicada, em intarsia pois não me apetecia ter muitas costuras que fazer e desta vez correu-me muito bem tricotar em intarsia ;o) No entanto também ajuda o facto da autora das instruções dizer quantos centímetros/metros são necessários para cada parte e não temos que andar com fios cruzados a enlearem-se constantemente. E acabei por tricotá-las todas no método continental já que para mim é sem duvida o melhor para fios curtos e sobretudo mais prático para fazer o intarsia. Ora começo com o fio do novelo, depois adiciono uma ponta e malhas mais à frente outra ponta e depois carreira acima mais uma ponta e mais outra no fim são muitas as pontas e ainda assim não deixava de olhar embevecida para o avesso, não sabendo ao certo qual deles gostava mais ;o) Por acaso não tirei foto mas devia ter tirado !
Recentemente a autora lançou 2 novas instruções: um suplemento de pernas e instruções para executar um urso, menino e menina.
E fiquei totalmente apanhada por estas duas novidades ;o) 



3 de maio de 2016

Trabalhos em curso

Hoje mostro as meias que tenho nas agulhas, um dos três pares em curso jà esperava ter terminado a tempo do dia da (minha) mãe mas desde sexta-feira que tenho o filho mais velho doente e acho que só a partir de hoje posso dizer que estou com algum tempo livre. A gatinha do último post já tinha começado antes, e ontem, quando ainda achava que a saúde do meu filho já estava melhor dei por terminada a cabeça da gatinha, mas depois a saúde do meu filho piorou... hoje como publico no telemovel não coloco links do nome das instruções. Agradeço os comentários ao último post e quando tiver oportunidade de me sentar ao computador responderei a todos. Apenas adianto que o meu desconforto em vender deve-se em parte a algumas propostas que me fizeram em outras alturas e que deixaram-me 'pendurada' ou esperançada e também, no caso dos gatinhos em tricot, os direitos de autor das instruções que sigo não autorizarem fins comerciais.
As meias para a minha mãe são as dos torcidos em cada lateral da meia e as azuis são umas para mim. Entretanto andei experimentando uns fios de algodão para umas meias e estou usando alternadamente 2 tonalidades, já que julgo que um novelo não chegaria para acabar um par. E é isto que tinha para vos mostrar ; o) Uma boa semana para vocês!



2 de maio de 2016

Outro pedido ; o)

No dia seguinte ao anos da coleguinha do meu filho a dona da gatinha que fiz foi toda orgulhosa com ela para a escola e quando percebeu que fui eu que fiz a 'linda gatinha' - nome dado por ela, uma amiguinha dela da mesma sala veio logo pedir- me uma,  a mãe estava por lá e percebeu que tinha sido eu e perguntou-me se fazia para fora, que é como quem diz, se vendia e disse que não. Não me sinto à vontade para vendas e se faço bonecos a qualquer um que me pede acho que não conseguia dar conta do recado e depois pedir um preço justo para ambas as partes é conversa que me aborrece... então comecei a fazer outra gata e se a menina ainda se for recordando de me pedir uma para ela quando a acabar, ofereço-a. Já tenho 'encomendas' de vestidos e bandoletes da dona da 'linda gatinha'. Acho tão bonito o facto de apreciarem coisas feitas à mão e não daquelas que se vê em qualquer loja ou anúncio de TV. Boa semana para voçes!