29 de janeiro de 2015

a 6 carreiras do fim

e imagino demorar mais 1 semana para terminar este xaile... quase 300 malhas em cada carreira demora muito para avançar e optei por fazer menos 1 repetição do 1º gráfico e passei logo para o 2º que é o que finaliza a peça. Ansiosa de tirar estas malhas das agulhas, lavar, bloquear e ver o efeito final ;o)





16 de janeiro de 2015

A crescer...

quase num piscar de olhos (tal como o nome do modelo: 'eyeblink'). A-d-o-r-o o matizado da lã, com cores que adoro que combinam com muitas peças de roupa que tenho. Já que a confecção do casaco em tricot é para durar, decidi dar proridade à Eyeyblink Shawl para a usar ASAP. E a 15 carreiras do lace border o fim já esteve mais longe...



fonte

12 de janeiro de 2015

Chegou 2015

e apesar de ter o tempo livre bastante condicionado, quer pela atenção ao meu filho de quase 3 meses quer pelo meu descanso, ainda não tenho coragem (LOL) de abdicar de horas de sono minhas para poder dedicar-me às agulhas. Quando ainda era somente mãe de 1 enquanto o meu filho dormia eu aproveitava o silêncio na casa para me dedicar ao tricot e ao crochet, mas este meu 2º filho ainda não me 'oferece' tantas horas de sono para eu poder prescindir de 1 ou 2 horas do meu sono para este passatempo. Sem mais demoras, arranquei o novo ano a desmanchar o casaco de crochet cinzento, fazê-lo deu-me uma nova esperança de começar a tricotar já que continuo a querer fazer um casaco mas agora em tricot. Mas, depois de ter desmanchado comecei a sentir que era mais um pára/arranca com as agulhas e eu não gosto nada de estar indecisa e sem vontade para as minhas agulhas. Mas arranquei com o tricot e muito provavelmente é um trabalho para demorar, talvez mesmo só para o próximo inverno. Este trabalho começa (seguindo as instruções para o meu tamanho) com 200 malhas nas agulhas circulares, ou seja, um trabalho algo monótono já que tenho que trabalhar a direito sempre com o mesmo ponto (até chegar às cavas), sempre com a mesma quantidade de malhas. Monotonia à parte, é uma mais valia para a minha condição agora de não poder fazer coisas que requeiram contantemente a minha atenção e que me permita largar e pegar sem me perder nas instruções. É um trabalho que cresce de baixo para cima, trabalhando costas e frentes ao mesmo tempo. O modelo de casaco é o Sawtelle Adult e também existem instruções para tamanho de criança. No meu caso optei por não introduzir uma 2ª cor para dar contraste.
Ontem, numa viagem perto da fronteira encontrei novelos lindíssimos, matizados, e vim com 3 novelos de cada de 2 qualidades. E fui à procura de um modelo que me enchesse as medidas para uma echarpe/xaile. Apaixonada pelos modelos da mesma autora da Titanium Shawl que fiz e decidi-me pela Eyeblink Shawl que em termos de complexidade me parece acessível já que requer apenas maior atenção no bordo decorativo e enquanto não se chega lá apenas tenho que repetir 2 carreiras de forma consecutiva.
Ora começo 2015 com estes 2 projectos e com a manta em crochet em standby. Vamos ver se consigo acabar estes 2 projectos e retomar a manta.
Um bom ano para voçês, espero não demorar muito para mostrar novidades ;o)