Instagram

Entre agulhas e outros hobbies é aqui que me encontram ! @uma.pausa.para

19 de junho de 2015

Partilhar

Das coisas que mais gosto de fazer quando tenho tempo livre é mesmo 'navegar' em blogs e sites à procura de pessoas criativas que gostem de partilhar um pouco do que sabem. Algo que me desmotiva a visitar um blog de 'crafts' de crochet ou tricot consiste na lacuna de não existir partilha de um caminho para o leitor aprender/compreender. Muitas vezes,mas não sempre, os trabalhos seguem instruções de outros bloggers e mostrar a morada deles ou até ir ao youtube e partilhar um video que, ainda que não seja da sua autoria ,explique como se faz algo. Autodidacta que sou e sempre fui encontrei grande apoio na internet. Aqui gosto de mostrar o que faço e o andamento dos meus trabalho mas gosto de dizer que este ou aquele trabalho tirei-o daqui, ou dali; que baseei-me neste ou naquele esquema, se for preciso e se me achar à altura do desafio partilho um passo a passo feito por mim, ou até arrisco a fazer um esquema. É das coisas que mais gosto de fazer é de partilhar talvez porque se não fizer essa partilha aqui convosco não o faço com mais ninguém, pois mais ninguém próximo de mim se interessa por estas coisas. Muitos bloggers preferem ganhar algum dinheiro vendendo instruções e louvo o seu trabalho porque sei que muitos se afincam a fazer coisas que muito poucos conseguem, ou fazem com qualidade. Há quem se dê ao trabalho de adaptar instruções para línguas diferentes, ou formas diferentes de explicar, fazem gráficos, linkam para videos explicativos e eu olho para o trabalho dessas pessoas com grande admiração, sejam autores de instruções pagantes ou não. Também eu não me importava de me lançar num desafio desses. Depois há quem queira aprender do nada a fazer crochet/tricot e queira começar logo da maneira mais difícil e muitas vezes invadem os espaços desses bloggers com perguntas, duvidas que os mesmos não se importam de esclarecer, no entanto muitas são as vezes que os autores deixam de o fazer porque é de notar que muita gente se torna arrogante com exigências e pedidos de explicações sobre um determinado ponto das instruções quando o grande problema é algumas pessoas quererem aprender sem começarem por trabalhos mais simples. Nunca paguei pela internet por  nenhumas instruções, já comprei foi muitas revistas e livros sobre o tema mas não sei porquê acabo sempre na internet e existe tanta disponibilidade de instruções a custo zero. Muitos criadores já colocam a opção de doar dinheiro a eles e se eu fosse uma pessoa com recursos próprios também eu compraria ou doaria. Actualmente a minha vida não me permite experimentar tudo o que eu gostaria de fazer e hoje, como partilha, mostro o caminho para chegar um blog que conheci recentemente: o Atty's. Não se limitem a memorizar o endereço no blogger, bloglovin, ou na vossa barra de marcadores. Visitem e percam-se por lá, valerá a pena, acreditem.
Um bom fim de semana para voçês ;o)

Uma pequena amostra:

segundo a autora dentro de algumas semanas irá lançar o tutorial para fazer as flores.

10 comentários:

  1. Olá Susana! Que coincidência este teu post de hoje, e digo coincidência porque hoje mesmo estou a preparar as próximas publicações do meu blog cujos conteúdos são precisamente a partilha dos esquemas que uso para fazer os meus trabalhos. Há muito tempo que desejo fazê-lo (e fiz um ou outro, timidamente) mas vários factores me têm impedido de concretizar esta vontade e o maior de todos é a noção de que existem centenas de blogs que o fazem de forma tão esclarecedora, com um saber tão profundo do que estão a explicar e receio que o meu blog vá ser só mais um que tem uns esquemazitos e provavelmente não muito bem explicados... não sei, mas é algo em que gostaria de apostar, na partilha dos esquemas e das execuções dos trabalhos que me apaixonam e tenho de começar por algum lado. Em relação ao Atty-s é de facto um blog delicioso que sigo há muito. Os trabalhos são maravilhosos e a generosidade da partilha é um factor de grande destaque.
    beijinhos e bom fim-de-semana ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Ana, já fui ver o teu post sobre o zigzag, gostei muito ;o) Eu gosto da partilha e mesmo quando não são criações minhas tento sempre não me esquecer de mencionar as fontes, acho justo para quem criou. E sim não é fácil explicar estas coisas, tenho muita pena de não conseguir explicar tricot, em foografias não consigo sentir-me clara a explicar e por escrito sinto-me mais à vontade em inglês e a grande maioria das pessoas não entendem muito tricotar dessa forma, eu era uma delas confesso ;o) Beijinho

      Eliminar
  2. Obrigada pela partilha! Eu própria acho que só faz sentido ter um blog se conseguirmos "dar" algo a quem nos visita. Como tenho muita prática em termos de tricot muitas vezes consigo só de "olhómetro" deduzir como se faz algo ou então ficar com ideias para depois aplicar à minha maneira de fazer, porque gosto sempre de dar o meu toque pessoal e o que mais gosto também em termos de blog é partilhar os meus humildes artigos com a esperança de que talvez um dia com mais tempo consiga criar verdadeiras "obras de arte" :-)
    Bjs e bom bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dora, fazer de olhómetro não é para todos, eu de olhómetro não sou grande coisa e deixa-me que te diga que para mim tu já fazes lindas obras de arte ! beijinho e tudo a correr bem ;o)

      Eliminar
  3. Susana, se eu tivesse o teu email ter-te-ia escrito para lá, por isso o tema deste comentário não será apenas o lindo xaile que aqui nos mostras. Obrigada pela partilha de trabalhos tão bonitos.
    Já percebi que és mãe a tempo inteiro, muito nova, com vontade de ter um dia com mais horas! Eu também já passei por essa fase, criei 3 filhos, tenho 7 netos e agora estou aposentada... faço o que me apetece, quando me apetece... isto tudo só quando tenho saúde! Há 12 anos tive a doença que mete medo a toda a gente!!! Ainda estou por aqui!!!
    Quanto aos comentários... há quem pense como eu, assim como também há quem pense como tu.
    Mas uma coisa é comum: os blogues servem para nos distrairmos, trocarmos impressões, mostrar os nossos trabalhos, aprender com quem nos ensina, conversar com quem simpatizamos!...
    Eu disse que respondia aos comentários no blogue de quem mos enviava. Sim, disse!!! Mas não disse que SÓ enviava comentários para os blogues que me enviavam comentários! Não disse!!! Eu sigo centenas de blogues, de artesãos, decoradores, médicos, cozinheiros, poetas, escritores, juristas... e comento sempre que vejo trabalhos ou escritos interessantes. Não respondo só aos comentários! Comento, sim, mesmo nos blogues de quem não me segue.
    No meu blog tenho o meu email. Escreve-me para lá para conversarmos melhor. Sou uma boa ouvinte e também gosto de conversar. Além disso a idade já me deu experiência e discernimento suficientes para dar bons conselhos.
    Desejo do fundo do coração que tenhas forças para lidar com os teus problemas e consigas levar avante todos os teus projetos.
    Espero o teu mail! Quero que sejamos amigas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. O xaile é maravilhoso e obrigada pela partilha!
    Um fim de semana...bem refrescante!

    ResponderEliminar
  5. E quem me dera a mim ter alguém por perto que me ensinasse...isto a propósito de dizeres que ninguém perto se interessa por estas coisas...eu adoro, mas pouco ou nada sei fazer além de cachecóis ou botinhas de lã...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dora fazer cachecóis e botinhas de lã é mesmo um bom começo, foi assim que comecei, apenas as botinhas apenas quando fui mãe. Ainda bem que existe a internet senão não poderíamos 'conversar' assim ;o) Beijinhos

      Eliminar
  6. Obrigada por compartilhar seu achado.
    Já estive lá e ela já explica como fazê-lo, uma beleza realmente.
    Sua manta está linda, voltarei para vê-la novamente.
    Parabéns pelo blog.
    Um abraço.

    ResponderEliminar