Instagram

Entre agulhas e outros hobbies é aqui que me encontram ! @uma.pausa.para

31 de março de 2015

Foi apenas um gato

para uns... para mim um amigo, o melhor de todos ! Nunca me largou até mesmo quando era ele que me fazia cair... Era a minha sombra mesmo em dias sem sol. Ronronava tal e qual como um tractor. Adorava colo e nunca brincou com os meus novelos... Adorava ratinhos e passarinhos, bem como gafanhotos e os mais variados insectos. Trazia-me muitas prendas dessas... Passeou no meu colo como se fosse um bebé e tantas vezes nele adormeceu. Viveu 8 anos comigo, sei que os 3 ultimos não foram os mais felizes para ele, fui mãe. Dei o meu colo aos meus bebés... Hoje perdi um amigo e não sei o que faça com todo o amor que tenho dele, tenho de sobra... por isso decidi partilhar convosco um pouco dele...

16 comentários:

  1. Imagino sua tristeza!
    Minha cadelinha caiu e eu sofri imenso...aparentemente está bem!
    Meu filho diz que tenho de fazer o "desapego" mas sei que vou sofrer imenso!
    Minha Fifas tem 16 anos a meu lado!
    Um dia bem gostoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, com a sua cadelinha foi um susto e tanto. O seu filho que não diga para fazer desapego, pois tal não é possivel e muito injusto para a cadelinha, quando estão velhotes sentem-se mais carentes, sei que devemos nos preparar para o inevitável que é a morte mas os sustos e mortes tragicas de outros fazem-nos querer abraçar o nossos ainda mais !
      Beijinho

      Eliminar
  2. É muito triste! Nunca é apenas um gato ou um cão. São os nossos amigos mais verdadeiros! Fica o amor e as recordações! Depois deixa de doer e deixa de apertar a saudade e ficam as boas recordações e aquilo que eles nos ensinaram!

    Mas hoje custa! Como eu percebo isso!

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Ana, E deixa muito boas recordações tantas ! Ainda me sobra uma gatinha mais velha que ele, hoje agarrei-me a ela com medo de a perder tb...
      Beijinho

      Eliminar
  3. Não é APENAS um gato, é o nosso Amiguinho de todas as horas... Também tenho um aqui em casa, uma sombra que também insiste em presentear-me com lagartixas e gafanhotos! Um beijinho grande neste dia difícil.:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada ;o) O meu adorava brincar com a bicharada que apanhava e já salvei tantos ratinhos dos dentes dele, até lagartos ! Ele tinha sempre tempo para mim já eu, nos ultimos tempos não lhe dedicava muito... mas foi um triste fim só eu e ele...
      Beijinho

      Eliminar
  4. Oh Susana, não é só um gato, não!! São nossos amigos e sempre bons :) Ralhamos com eles, mas no minuto a seguir já estão prontos para vir enrolar em nós ou dar uma lambidela ;) Também gosto muito de animais :) Até choro quando os meus peixinhos morrem... Gosto dos animais e custa-me quando vão...
    Fica bem :) Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Sandra, tens toda a razão e eu ultimamente ralhava tanto com ele... mas as ultimas horas de vida dele passou-as comigo e estive com ele ate ao fim... Beijinho

      Eliminar
  5. Eu não tenho animais daí não saber o que significa ,mas conheço pessoas que amam os seus animais como verdadeira família a minha tia sofreu tanto com a morte de uma cadela que tinha, acredito que se ganha um amor incondicional e são verdadeiros companheiro não era apenas um gato,bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Sandra, ele apesar da estima que lhe tenho não vivia em casa mas costumava dormir durante o dia umas belas sestas até à mais ou menos 3anos. Nunca foi gato de querer ficar fechado. Ele adorava pessoas, fossem elas de que idade fossem, nunca fugia delas, era uma lamechas passava a vida a pedir sempre festinhas e colo.
      Beijinho

      Eliminar
  6. Susana, dói tanto! São perdas terríveis. Guarda a doce lembrança de 8 anos de convívio.
    Beijo da Nina

    ResponderEliminar
  7. Custa mesmo muito!
    A minha Joy morreu há 2 anos e decidi que nunca mais teria um animal...
    Talvez com o tempo mude de ideias, mas para já não.

    ResponderEliminar
  8. Lamento imenso a sua perda, eu tenho 10 gatos e 3 caes e todos eles sao minha familia e muito especiais, o melhor para curar essa dor é ter outro , sei q n é a mesma coisa e nem vai substituir esse mas vai ver como faz bem a alma e tb dar amor a outro animal que ande por ai a precisar de alguem como a senhora. um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo o que disse e já agora obrigada pelo comentário ;o) Eu não tenho apenas estes 2 gatos, antes desses tive muitos, estes foram os unicos que através de esterilização consegui manter por muitos anos. Sou apologista de serem os animais a escolherem-nos, Se não sou eu que os encontro são eles que me acham... Tenho mais uma cadela de grande porte que chegou a minha casa muito doente e ainda hoje a tenho... Mais uma série de passarinhos (talvez uns 30) alguns provenientes de caçadas mal sucedidas dos meus gatos entretanto foram-se procriando e outro que apareceram doentes ou com fome do lado de fora da casinha dos pássaros, que é da minha altura ;o) Já cuidei de um melro desde bebé e viveu 2 anos em cativeiro, nunca conseguindo voltar ao estado natural, não fugia dos gatos... mas um dia fugiu não sei como e nunca mais soube dele... mas todos os dias oiço um cantar de melro igual ao dele e faz-me crer que sobreviveu... ;o)
      Beijinho

      Eliminar
  9. Lamento muito a perda do teu gatinho Susana. Bem vi como estavas preocupada e triste no domingo qd nos vimos. Só te posso mandar um abraço apertado, sei que custa muito mas o tempo atenua sempre.

    ResponderEliminar
  10. Olá Susana
    só hoje ando a passear pelo teu blog já há um tempo que não vinha aqui e vi este teu post.
    Amiga claro que não é apenas um gato, eles são a nossa família, tens todo o direito de estar triste, mas faz por recordar os bons momentos que ele viveu contigo. Não faz passar a dor isso vem com o tempo, mas faz acalmar e ajuda porque pensas que enquanto ele esteve contigo foi muito feliz.
    E isso é o mais importante, que fizeste tudo por ele.
    Eu também perdi um gatinho compreendo e sei como estás, o que mais me custava era quando por algum motivo se falava dele eu chorar (ainda hoje acontece) e as pessoas me dizerem isso mesmo, (é só um gato) não compreendem que para nós que os temos e adoramos eles não são apenas um animal, para nós fazem parte da nossa família.
    Muita força é o que te posso deixar aqui, junto com um grande beijinho

    ResponderEliminar