Instagram

Entre agulhas e outros hobbies é aqui que me encontram ! @uma.pausa.para

18 de dezembro de 2014

Feliz Natal ;o)

Olá a todos/as ! Com o Natal à porta tenho muita pena de não ter a oportunidade de tricotar ou crochetar presentes para os meus amigos e familiares e apesar de ter um projecto em mãos não quero mostrá-lo para não quebrar a surpresa ou então comprometer-me com algo feito por mim e depois não conseguir terminar a tempo. Aos 2 meses do meu filho mais novo já vou conseguindo ter alguns minutos por dia para me dedicar a coisas que requeiram mais a minha concentração mas ainda assim é muito pouco para trabalhos mais exigentes.
Este ano temos 2 árvores de Natal, uma à entrada de casa e outra pequenina dentro de casa decorada com fotografias nossas dos últimos 3 anos. Fiz também um presépio que conjuga o antigo e o moderno: a Sagrada Família e a visita dos Reis Magos e o Pai Natal no seu trenó empurrado por uma locomotiva a pilhas (as renas foram de férias ;o) - este último faz as delícias do meu filho mais velho.
Desejo a todos os que passam por cá um feliz Natal e uma boa entrada em 2015 ;o)
Beijinhos


1 de novembro de 2014

A razão de não publicar

novidades das agulhas:
Penso afastar-me por alguns tempos, ainda não sinto falta de me agarrar às agulhas, tenho um amor pequenino sempre a crescer e a precisar do meu colo. Entretanto vou compensando a falta de crochetar e tricotar vestindo o meu bebé com os mimos que fiz para ele. Até um próximo post ;o)

3 de outubro de 2014

Not so Round(about) cardigan

Olá a todos que por aqui passam ;o) Ainda estou barriguda e prestes a completar as 39 semanas de gravidez e já tenho algo  para vos mostrar e contar.

Acerca do título do post, optei por não seguir as instruções do casaco na parte do redondo, por várias razões: não estava a gostar do efeito e da forma de construção do mesmo, ainda pensei ser erro meu na interpretação das instruções mas depois de tanto faz e desfaz e ler e reler e procurar na net por alguma ajuda acerca desta parte decidi desistir deste detalhe que dá nome ao casaco ;o) No Ravelry encontrei alguns projectos que usaram estas instruções mas os únicos que fotografavam este detalhe optaram por alterar a receita e ponto base utilizado, o que não veio mesmo ajudar em nada. Outra razão por desistir foi a de achar que provavelmente esse corte arredondado não me iria favorecer, eu sou de anca larga mas mais estreita e curta de tronco (em relação às pernas) e penso que um corte assim não me iria favorecer muito. É bonito ver os modelos mas depois quando pensamos melhor lá chegamos à ideia que secalhar não seria a melhor opção para nós. No entanto decidi continuar. Já tinha começado as costas quando mudei de ideias em relação às frentes do casaco e então comecei as mesmas com corte recto, respeitando as instruções no decote e cavas. Um ponto a favor neste casaco foi o de a lã que eu estou a usar ser exactamente a certa para conseguir os tamanhos das instruções e usando a agulha que é indicada na receita, a 5,50.

Experimentei fazer a barra que é indicada para cercar o casaco todo e gostei do efeito elástico que faz, não é o típico 'ribbing' que imita o tricot 1/1 mas como o casaco teria um corte rectilíneo à frente achei que não manteria o casaco com a frente bem recta. O ponto que estou a usar como base do casaco é muito bonito e mantém a peça incrivelmente direitinha. Andei a pensar numa barra para o casaco, já que o corte das costas e frente precisa de uma barra a circundar pois fica muito aberto e curto e acho que já cheguei a um que me agrade mas só mesmo fazendo crescer a barra para ter melhor noção. Estou com a leve sensação de que as frentes possam não estar a cair bem mas a barriga enorme não me está a deixar tem melhor noção disso. Tenho a ideia de que sem barriga as frentes possam sobrepor-se uma à outra, apesar de terem as medidas certas para o tamanho que escolhi e por o mesmo nas costas ter as medidas certas para as minha costas (confuso?) Acho que só mesmo depois de terminar vou poder ter uma melhor noção sobre o corte do casaco. Podia ter parado e esperado até ao meu bebé nascer mas tenho cá para mim que quanto mais tempo eu deixar este casaco à espera mais demorarei a tê-lo concluído.
Ora quanto à barra, optei pelo V sticth que a Angie do blog Le monde de Sucrette usou como base para uma manta (instruções grátis) e também para um quadrado (receita paga). E estou a gostar bastante do efeito, quem sabe use esse ponto para outros trabalhos...Tenho em falta fazer uma manga, apesar de ainda não ter costurado a que já tenho feita. Ora vamos a fotos, não lá muito boas mas é o que se arranjou para o efeito, só a título de curiosidade eu de barriga já meço 1,24m ;o)
Uma bom fim de semana para voçês ;o)





17 de setembro de 2014

Abrandar com crochet

E eu que achava que não ia começar nenhum trabalho (fosse ele crochet ou tricot), decidi começar um em crochet, e ficar com 2 trabalhos em curso, a par da manta de quadrados que será para o meu sofá. E o que é? Um casaco. Sempre quis fazer um, fosse ele tricot ou crochet e dada a maior portabilidade do crochet preferi este ao tricot. Para mim é mais fácil parar e retomar um trabalho em crochet e com a chegada de mais um filho acho que o crochet em peças maiores é a melhor escolha para mim. Já à algum tempo que namorei o modelo que estou a seguir e após enguiçar um bocado com o esquema, que é fácil mas como é escrito e em inglês e já estou desabituada da terminologia andei meio perdida, agora já estou em velocidade cruzeiro ;o) Acho as mangas um bocado justas no modelo da foto e irei ver o que posso fazer para contornar isso, no entanto até estou a fazer o tamanho Large para não ser um casaco demasiado justo, prefiro-os mais largos. O modelo é o Roundabout Cardigan, instruções da RedHeart e a lã que estou a usar é a Winter da Miltons em cinzento que usei para fazer uma boina para mim (imagem abaixo).



13 de setembro de 2014

Uma oferta florida

E quando não encontramos uma oferta «de compra» que nos agrade para oferecer, neste caso era para a minha irmã,  nada melhor do que desenferrujar a agulha de crochet e os dedos e dedicar umas quantas horas a fazer uma echarpe de flores, parecidas às que chamam japonesas mas que apenas são tiradas a olhómetro das que fiz ou vi na net já que nem eu me dei ao trabalho de fazer um esquema para fazê-las, ainda assim depois destas comecei outras que termino de forma diferente, pois pretendo voltar a fazer algo do género com o contorno a crochet em torno das flores que demorei tanto a conseguir um que me agradasse, pois desde que fiz flores do género sempre achei que perdiam um bocado a forma pela forma com que são unidas e por serem de dimensões generosas. Dispendi apenas restos de novelos que andavam por casa.  No contorno usei uma lã acrílica mais espessa que a das flores por não ter outra cor na mesma espessura que gostassem de ver como contorno, ainda assim gostei do efeito.


8 de setembro de 2014

Agradecer

Agradeço a todas que passaram por cá para comentar o último post, foi um até já que só interrompi para um novo «Olá!» para vos mostrar outro conjunto de bandeirinhas que acabei e que já algum tempo tinha em mente fazer. São meramente decorativas mas já penso em colocá-las com parte interactiva de para além de mostrar os números de 1 a 10 nela poderemos pendurar as fotos dos meus amores pequenos nos números respectivos da sua idade (irá ser em anos). Usei umas letras em feltro autocolantes para numerar as bandeirinhas. Tenho estado bastante ocupada em deixar pronto o que é importante para quando o André nascer, não só relativo a ele mas também ao mano mais velho, bem como tenho cuidado mais da casa e de mim também. Nestas últimas semanas de gravidez, de súbito cresceu em mim uma enorme vontade e fazer pequenos arranjos, pinturas, montar fotos em molduras, coisas poucas mas que sei que me vão agradar e muito ter feitas depois do meu filho mais novo nascer ;o). Não fossem as avarias de alguns electrodomésticos cá em casa e eu estava mesmo muito satisfeita mas pode ser que entretanto a normalidade regresse cá a casa nesse aspecto. Conto com 35 semanas de gravidez, já falta bem pouco para o fim, mas ainda tenho algumas coisas na minha lista de afazeres para riscar ;o)

Apesar de este ser um blog de tricot e crochet (que assim espero que continue) mostro-vos 2 trabalhos que fiz para o meu bebé: um bordado em meio ponto numa fralda e um pequeno álbum de gravidez feito à mão (e costurado na máquina de costura), com papel, caneta e lápis de cor, foi de certa forma um bom motivo para resgatar o desenho que à uns bons anos atrás era o meu hobbie de eleição ;o)







21 de agosto de 2014

Até já ;o)

Não gosto de ver este cantinho parado, mas não consigo evitar de ele assim ficar. Ando a zeros de vontade de fazer algo com as minhas adoradas agulhas, já alterei o meu cantinho na sala onde tenho os meus «wip's» e só mantenho as cestas para não me esquecer do meu hobbie (como se isso fosse possível) e poder pegar na manta de quadrados sempre que quiser/puder. Tenho ideia de fazer um casaco em tricot para mim mas isso lá para o próximo ano. Não é por falta de tempo que não pego nas agulhas mas quando páro para descansar páro mesmo ! Vamos a caminho das 33 semanas e ainda tenho muito que ajeitar o ninho e arranjar os últimos detalhes para a chegada do André. Mãe de 2ª viagem, sou mais prática nos preparativos, mas não prescindo de detalhes de arrumação e de decoração que me alegrem a vista nos próximos meses. A par dos preparativos para a maternidade temos tratado de melhorar a casa, todos anos é assim e este ano não contávamos com algumas pequenas obras que nos vão fazer descansar mais durante o ano inteiro, isto de se ter água à disposição sem preocupação com bombas de extracção e afins melhora e muito a nossa vida e fico grata por ter finalmente chegado esse conforto aqui ;o)
Fica um até já, ou até logo, prometo não desaparecer e dar novidades, este meu cantinho é-me muito especial e pretendo aqui ficar por muito tempo ;o)


28 de julho de 2014

A retomar uma manta

Elegi esta manta para dar continuidade, sabe-se lá quando a vou terminar... nem sei bem qual o tamanho que pretendo, mas neste momento 37 quadrados já estão unidos e mais uns quantos já feitos para unir. Esta é uma manta para a sala, será usada a par desta que muito provavelmente não servirá de forra mas apenas de manta de apoio para aconchegar o bebé. Por cá já se vai tratando das roupinhas dos primeiros 3 meses para não deixar tudo para o fim, que num 2º filho nunca se sabe o que se espera, o tempo não abunda para tudo e as atenções têm que ser divididas pelo filho mais velho, o pai e a casa, quando se espera o 1º filho, olhando para trás tudo é mesmo muito mais fácil de gerir mas ainda assim não é impossível de concretizar, a 'ginástica' tende é ser maior ;o)

21 de julho de 2014

Prioridades

Ainda antes do meu André nascer e eu já não tricoto ou crocheto como gostava mas os dias passam a fugir e tenho tanto com que me entreter/ocupar. Mas tenho bricolado, envernizado móveis, prateleiras e ainda ganhámos o 'bónus' de (finalmente) termos água da rede pública, ou seja, vivemos no campo com maior comodidade de não ter que andar a vigiar sempre a cisterna e de resolver avarias da bomba que extraia água dela para as nossas torneiras. Pois bem, como nem tudo são 'rosas' a forte pressão da água da rede 'rebenta' com algumas canalizações e uniões das mesma, pingas aqui e acolá, ainda ontem tinha uma inundação atrás do fogão, coisas boas portanto, mas mais vale agora ter estas prioridades e desarrumos do que depois de o nosso André nascer ;o) tenho ideias em crochet que gostava de concretizar ainda antes dele nascer, veremos ;o) Um bom Verão para todos voçês ;o)

7 de julho de 2014

Bandeirinhas em crochet

Já terminei o aplique dos feltros das bandeirinhas, falta apenas fazer a união das bandeirinhas do bebé que ainda está na barriga. Bloqueei com vapor do ferro de engomar com a ajuda de uns alfinetes de costura. Para fazer a costura do feltro optei por colar primeiro e depois fazer a costura assim é mais fácil de manter as letras direitinhas à medida que costuramos. Estas banderinhas são uma boa forma de aproveitar sobras de lã que até já foram usadas e depois desmanchadas mas cheguei à conclusão de que desse aproveitamento pode advir uma alteração no tamanho das bandeirinhas já que os fios estão mais afinados e gastos o que se pode verificar no primeiro ''A'' de fundo verde com letra amarela. Os novelos são todos da mesma qualidade e marca, a mesma que usei para fazer as mantas das camas (imagens no fim do post). Vai ficar um quarto ainda mais alegre ;o)
Uma boa semana para voçês ;o)

ainda pensei em cortar a barriga que entra na foto mas fiz a vontade ao André ;o) já que as bandeirinhas do nome dele ainda não está acabadas 





4 de julho de 2014

Manta a condizer

Terminei à pouco a manta que quis que combinasse com a 1ª roupinha do meu bebé, ficou pequenina (60cm x 48 cm) mas era o que queria, que fosse leve, fácil de transportar numa mala e do tamanho suficiente para o agasalhar quer no ovo ou alcofa. A disposição de carreiras foi aleatória até a meio da manta depois fiz o efeito «espelho» do que já tinha feito anteriormente. Pensei em não fazer um bordo decorativo já que o esquema deixa o mesmo bem definido e acabado mas optei por fazer um simples com sucessão de 3 correntes e 1 ponto baixo numa 1ª carreira em toda a volta e depois numa 2ª carreira, no sentido do comprimento, manter os conjuntos de 5 pontos altos (que usei para fazer a manta) que juntamente com as correntes da carr. anterior dá ideia de ter mais 1 ponto alto de cada lado, mantendo a sobreposição do efeito «concha» do ponto, e nas laterais da manta 3 pontos baixos em cada espaço de 3 corr. mas com um ponto baixo cruzado nos pontos baixos que separam as correntes. Fiquei embevecida com o resultado final ;o)

Já comecei à alguns dias a confeccionar umas bandeirinhas para pendurar junto às camas dos meus filhotes. Cada conjunto de bandeirinhas terá o seu nome e um conjunto irá substituir um outro trabalho que tinha feito para o meu filho mais velho por forma a uniformizar a decoração do quarto dos rapazes ;o) Agora falta-me unir as bandeirinhas mas sobretudo quero antes acabar de cortar os moldes das letras que fiz em cartão e colocar as mãos nos feltros para depois aplicar nas bandeirinhas. Para este trabalho inspirei-me na Lucy, do Attic24, neste post.




pormenor do bordo lateral e do bordo do comprimento da manta

o conjunto (quase) completo

quase 26 semanas de gravidez
as bandeirinhas em crochet com os moldes das letras ainda para serem acabados de recortar

20 de junho de 2014

Para combinar ;o)

Já iniciei a manta para combinar com as roupinhas que fiz (e até já começei uma nova peça para conjugar mas ainda está em fase de experiência), o mais engraçado é que sem querer acabei por utilizar cores que já tinha e juntar novas que vieram a 'casar' bem com outras de um acessório que comprei para esta nova aventura que é a de ser mãe pela 2ª vez. Ponderei fazer a manta em tricot mas sinto-me mais confortável a usar várias cores em crochet. Experimentei um ponto que tinha num livro, o qual deixo à disposição de quem quiser. Estou a fazer a manta seguindo um padrão fixo de cor mas com quantidade de carreiras de forma aleatória para cada uma, não queria nada 'certinho' mas isto ás vezes até é difícil fazer coisas de forma aleatória. 
Bom fim de semana para voçês ;o)









16 de junho de 2014

Bege e azul

São as cores da roupinha em tricot que estão destinadas ao meu bebé. São mais um mimo para ele, se estivesse à espera de uma menina a lista de coisas a fazer seria tão mais vasta mas ele vai herdar tudo do irmão (e não é pouca coisa) e embora vá comprar mais algumas cosinhas que faça mesmo mais falta, este bebé irá ganhar roupinha feita pela mamã ainda antes de nascer, já com o irmão não foi assim, na altura o tricot e crochet não faziam mesmo parte dos meus tempos livres, trabalhava por conta de outrém e dedicava-me à bricolagem, jardinagem e da casa, e agora mesmo cansada ainda sou capaz de fazer de tudo um pouco e apesar de gostar muito de tricotar e crochetar ando com pouca vontade de o fazer. Já contamos com 23 semanas de gravidez e eu sinto-me como se estivesse de quase 30 do mais velho ;o) Terminei à pouco um conjunto que fiz mesmo para os 1ºs tempos deste bebé, talvez para sair do hospital ou como 1ª roupinha, aliada a umas calças em algodão e um bodie para ficar aconchegado, tenho a impressão que este ano o verão irá ser longo e se repita o mesmo tempo que fez na altura que o irmão mais velho nasceu, tudo o que era muito quente e pequeno não podia usar, valeu-me eu ter comprado roupas de 1 mês e que eram bem maiores do que as minhas expectativas de um bebé recém-nascido usar. Uma mãe de 1ª viagem nunca tem bem noção dos tamanhos a comprar e para não investir em roupas que logo deixasse de servir o tamanho 0 não foi opção, e errei bastante a pensar assim pois não gosto de ver um bebé com roupas largas capazes de caberem lá 2. Gostaria de fazer uma nova manta pequena, para levar para a maternidade a combinar, sem bem que é mais um preciocismo do que uma necessidade mas se formos ver bem as coisas desde que seja algo que me faça feliz fazer e que seja pensado para ele arrepender-me-ia se não o fizesse ;o) 



11 de junho de 2014

Mais do mesmo ;o)

Ainda tenho em mãos a forra em crochet para a espreguiçadeira de bebé, pensada sobretudo para proteger a forra principal e sobretudo para se tornar possivel uma melhor acomodação do bebé. Sempre achei esta espreguiçadeira um pouco fraca em aconchego, no meu 1º filho enchia-a sempre de mantas para tonar mais aconchegante e menos funda com o peso do bebé assim com esta forra vou poder ocultar essas compensações e tornar a espreguiçadeira mais macia e quentinha para o 1º inverno do bebé. Não queria uma forra que depois de deixar de usar fosse descartada, sem qualquer outra função por isso teria que manter o formato de uma manta mas que antes de o ser pudesse forrar a espreguiçadeira sem a fazer sair do sítio. Mas depois de feita a manta deparei-me com um problmema, esqueci-me que teria que ter deixado abertura para passar o cinto de segurança e não o fiz... no entanto acho que já encontrei a forma de contornar isso sem desmanchar o que fiz e abrir aberturas na manta mas sobretudo não quero que a manta tenha buracos depois de deixar de ser forra. Fiz-me entender? Para prender a forra de lã à forra original estou a usar botões que prendem ao bordo da manta que é feito todo com 3 correntes e 1 ponto baixo. Nos cantos para adaptar à forma da espreguiçadeira prendo uma argola ao botão depois no canto faço dobra e uso as argolas coincidentes e insiro dentro do botão, tal como podem ver na 2ª foto. Pela 1ª foto dá para perceber o porquê da escolha de cores para esta manta//forra, a coberta e almofadas do meu sofá têm essas cores ;o) ;o) A ver se me encontro nas minhas ideias para o cinto e espero que um próximo post sobre esta forra/manta já seja sobre a conclusão da mesma ;o)  
Ah, e já me ia esquecendo de partilhar convosco uma novidade: o meu bebé é um MENINO, mais um para alegrar a nossa família ;o)
Boa semana para voçês !



3 de junho de 2014

Forra em crochet - progressos

Olá a todos/as, venho partilhar convosco os progressos da forra que estou a fazer para uma espreguiçadeira de bebé, bem sei que as cores são pouco 'abebezadas' ;o) E já agora a data das fotos está errada, é o que dá querer fazer as coisas rapidamente e sem querer configurar a máquina ;o)
Estou a gostar deste ponto em crochet faz uns bordos muito certinhos e rectilíneos apesar de na 1ª foto pelo facto de estar pendurada com molas da roupa isso não se ver, mas garanto-vos, ficam tão perfeitinhos que até dá gosto ver a forra crescer ;o) Talvez partilhe convosco futuramente como faço este ponto, numa tentativa de tentar explicar melhor as diminuições, pois fiz alterações ao tutorial que segui para aprender a fazer este ponto. Após fazer as 10 carreiras de bordeuax vou começar a diminuir o canto inferior esquerdo (segundo a imagem) e continuar o padrão de continuidade de cores e dar por concluída esta face da forra ;o)
Hoje já me redimi um poco com o blog, estive a actualizar o M♥M Tricot e M♥M Crochet que é onde resumo todos os trabalhos que faço e que ainda tenho pendentes, com datas e links.
Apesar de não publicar tão amiúde como normalmente fazia tenho passeado pela blogosfera, visitado os vossos cantinhos, nem sempre comentando, mas sinto que a vontade de publicar mais está para breve, provavelmente irá surgir depois de descobrir o sexo do meu bebé, tenho algumas coisas pendentes por isso mesmo... e se tudo correr bem, amanhã já saberei ;o)
Boa semana para voçês ;o)





26 de maio de 2014

Crochet

Apesar de ser um trabalho pequeno e de se encontrar bolsas do género de compra e bem mais bonitas que a que fiz, tiro muito prazer em fazer coisas personalizadas para mim, devido ao significado implícito à peça, por ser algo feito a pensar no meu 2º filho/a ;o) Aproveitado as linhas que tenho em stock decidi fazer uma bolsa de documentos com um ponto em crochet que sempre quis experimentar e que tive conhecimento pela primeira vez no blog da Naná. Na altura em futuras pesquisas encontrei este excelente post em inglês num blog françês ;o) sobre esse mesmo ponto e apenas tenho a ressaltar que apenas quero experimentar melhoramentos nas diminuições. A par desta bolsa iniciei uma forra em lã para uma espreguiçadeira de bebé. Na minha 1ª gravidez usei-a as vezes suficientes para achar que precisava de algo mais quente e fofinho como forra, na altura optava por colocar uma manta dobrada por cima, nesta gravidez quero fazer uma que entale no topo da espreguiçadeira e que não descaia e que na mesma dê o conforto de uma manta. Como não quero investir em outra lãs estou a usar umas que já tenho e que também estou a usar para uma manta de quadrados para o sofá (essa manta está a crescer tão devagar...) e como espero usar a espreguiçadeira mais na sala ficará a condizer com as tonalidades que tenho. Bem tentei tirar umas fotos que fossem fieis às cores que estou a usar (e que já não são novidade por aqui pois tenho usado muito em outros trabalhos) e acho que só as fotos com flash é que condizem um pouco com a realidade.
Boa semana para voçês ;o) a minha começa a fazer 20 semanas de gravidez, já vamos a metade desta 2ª viagem ;o)

Assim nasce uma bolsa de documentos:
(sem forro)



Depois de aplicado um forro interior em tecido e feito as costuras em ponto baixo 
e aplique de botões





A manta de quadrados e inicio da manta no ponto diagonal (encanastrado como lhe chama a Naná)



17 de maio de 2014

Arroyo Shawl - Apaixonada ;o)

por ela !
(apesar de me arrepender um pouco de não ter experimentado uma forma de fazer a montagem das malhas por forma a ser mais elástica no bordo decorativo, segui o método das instruções - que até é o que uso, o long tail method - mas sou da opinião que não é a que mais se adequa a esta peça, pois ao usar a echarpe o bordo tem alguma tendência a enrolar para fora... para colmatar isso arranjarei uma solução). Ainda assim ADORO-A!




Arroyo Shawl (link Ravelry)



12 de maio de 2014

WIP's

Acho que estes são todos os que tenho em mãos e no entanto para contrariar pouco tenho desenvolvido...
Fazendo uma lista:

♥ a echarpe branca (Arroyo Shawl): está parada por falta de novelos ( tenho adiado a ida à loja e não é por falta de vontade de a acabar mas porque tenho alguma preguiça em ir à cidade a propósito para isso)
♥ o casaco bege para o meu 'filho mais novo'  tem andado a passo de caracol e não é por falta de material mas está quase feito. Até já tenho feito um gorro (começado e acabado enquanto fazia (faço) o casaco)
♥ comecei uma forra em lã para um chouriço/almofada que tinha no quarto do meu filho. Para combinar com as cores desta e desta manta.
♥ por brincadeira comecei a fazer quadrados em algodão em ponto mousse. Ainda a decidir o que fazer com eles.

Para contrariar a minha pouca apetência motora para continuar os wip's que tenho (já que mentalmente ando com muita vontade de os ter acabados LOL) só penso em mais e mais coisas para começar mas ainda bem que ainda não passam só de ideias ! ;o)

Boa semana para voçês ;o)



2 de maio de 2014

Para mim

Adoro echarpes/xailes mas tenho poucas... Gosto de ter o pesçoco 'abraçado' com algo e considero que são peças indispensáveis para aragens mas frescas ou para dar o toque a um roupa, ou simplesmente para resguardar algo. Fiz uma para mim em crochet mas é de lã e sempre quis uma para mim em tricot. Fiz para oferecer a outros e nunca para mim... Nunca é tarde para chegar a minha vez de me mimar ;o) Escolhi o algodão e o branco, agulha nr3 (porque gosto de pontos mais cerrados e definidos). Escolhi este modelo e apesar dos contratempos iniciais, estou a adorar fazê-la ! Espero que me acompanhe nesta gravidez e depois do meu bebé nascer, será uma espécie de agasalho meu e dele ou então um fresco véu que guarda momentos só nossos ;o)


26 de abril de 2014

De volta ao tricot

Pensei em guardar este post para a 2ª feira mas já se passaram 2 dias desde que terminei um casaquinho de bebé que quero oferecer a uma amiga e como mostrei desde o inicio achei boa ideia mostrar como ficou. Agora seguem-se outras peças para completar o conjunto ;o) Mal acabei este casaco continuei o outro (para o meu bebé) que é o mesmo modelo mas modifiquei o ponto base, optei pelo ponto mousse, esse ficará para um próximo post quando já estiver acabado.
Quanto ao casaco que vos mostro, ele foi feito em algodão com agulhas nr 3 e só posso dizer que tenho tanto para melhorar nos trabalhos em trico neste tipo de fibra, simplesmente os pontos em meia no direito e liga no avesso não saem tão bem em termos de tensão do ponto, tenho tendência para alargar o ponto e como é um fio sem elasticidade acabo por não conseguir um ponto uniforme, já com o ponto mousse isso não me acontece por eu tenho um ponto justo em meia mas em liga alargo bastante... Daí que neste casaquinho notem-se bastante problemas na tensão. Outro facto é a manga que fiz com as agulhas de 2 pontas, apertei bem mais o ponto mas também porque o mesmo é feito sempre em trabalho circular e no direito do trabalho, por isso sempre em meia. A 1ª manga que fiz foi com a agulha circular e apesar de funcionar bem circularmente acabei por alargar mais ponto, prefiro mais as agulhas de 2 pontas. No entanto todos estes 'defeitos' ficaram para 2º plano quando escolhi os botões, uma tarefa algo dificil pois este casaco leva 7 botões e eu tinha muitas tonalidades mas apenas 5 de cada, optei pelos da mesma cor do casaco com 2 a destacar noutra cor, em cima e em baixo e adorei o efeito ;o) Podem achar os botões um bocado grandes mas se os mesmo fossem um pouco mais pequenos acho que acabariam por estar sempre a sair das casas, ainda que as mesmas sejam feitas só com 1 yarn over em tricot. No entanto gosto deles assim grandes. Espero que a minha querida amiga goste e o bebé S. também ;o)





22 de abril de 2014

1 semana depois

do último post e terminei a manta do meu bebé. Ficou com 1.05m x 0.85m. Agora a ver se me 'porto bem' e termino os tricots que tenho pendentes e inicio mais algumas coisas ;o) Boa semana para voçês ;o)





;o)