Instagram

Entre agulhas e outros hobbies é aqui que me encontram ! @uma.pausa.para

30 de outubro de 2013

Gola de remendos e o projecto secreto

Acabei os remates das pontas da gola de tricot feita com muitas sobras de novelos antigos e mais recentes e ganhei mais espaço na minha arca de lãs ;o) A gola ficou com um aspecto meio tosco, proporcionado pelas agulhas nr. 6, por ser de 2 fios juntos e por serem de marcas e espessuras diferentes.



O projecto secreto foi uma echarpe/xaile, a Festival Shawl, um modelo grátis que à 1ª vista parece dificil de começar e depois difícil de memorizar mas passadas umas quantas carreiras é feita com (quase) uma pernas às costas ;o) Gostei tanto que comecei uma para mim, em cinza escuro, não comprei lã a propósito para esta peça e decidi fazer com o cinza da manta de hexágonos. O acabamento fica melhor com uma lã mais fina, pois a peça fica mais solta e com a lã que estou a usar fica mais compacta. No projecto secreto usei agulha nr. 4,5mm e lãs que tinha em stock (cinza, verde escuro, bege e verde claro).Dei uma passagem ligeira a ferro para esticar mais a peça e ver-se os 'desenhos', mas bloquear a peça com um borrifador e alfinetes teria ficado melhor, no entanto é uma peça grande para conseguir fazer assim. Na que estou a fazer para mim estou a usar 3,5mm.







a que estou a fazer para mim, na foto mais parece azul mas é este cinza



Remates em tricot - constatação

Apesar de antes sequer de começar a gola em tricot com o novelo de remendos de lã já sabia que os remates iam ser complicados de esconder. Vou tentanto aproveitar as zonas em que a cor a rematar esteja tricotada e com uma agulha de ponta fina vou rematando nessas zonas com o cuidado de não se notar no direito do trabalho. O balanço da metade que já rematei é positivo mas  só eu sei a quantidade de pontas que estão lá escondidas e os meus olhos sabem onde se escondem, no entanto como é uma peça que não se move tanto como um cachecol/echarpe acaba por manter o avesso longe dos meus olhos ;o) Ontem retomei a gola para adicionar mais comprimento e pasmem-se que nem foi preciso fazer novo novelo de restos, o que tinha sobrado (que eu achava pouquíssimo) deu para fazer 20 carreiras a direito mais as das diminuições para a ponta da gola e... ainda sobrou ! Já me tinha esquecido o quanto o tricot é poupadinho a gastar lã ;o)
Mais logo mostrarei fotos do trabalho secreto que ontem deixou de o ser ;o) principalmente para quem o recebeu de oferta ;o)

ontem com todas as pontas por rematar

quase metade dos remates das pontas


28 de outubro de 2013

Gola de remendos ;o)



Já esteve assim, já cresceu muito mais...



Hà uns dias atrás peguei em tudo o que era restos e fiz um novelo de 2 fios e uni-os uns aos outros com a ideia de fazer qualquer coisa com ele. Optei por me deixar influenciar pela minha colega de blogs e linhas/lãs a Ideias com Linhas e comecei a fazer uma gola, daquela tipo gravata e mesmo sem instruções lá me aventurei, depois encontrei umas instruções para uma semelhante e apenas estudei como fazer a zona em que se dividem as malhas de uma agulha para duas para poder fazer a alça onde irá passar a outra ponta da gola (onde optei por fazer com o mesmo ponto da gola ao invés da barra 1/1), mas este fim de semana cheguei à conclusão que os meus restinhos de lã não chegaram e lá terei que fazer mais um novelito de remendos para poder acabar. Os fios são de marcas e tipos diferentes, uns tão antigos que nem eu sei quantos anos têm. Eu gostei da mistura de cores e consegui o efeito que pretendi: em que houvesse uma gradação de cores suave, ainda que meio folclórica, e para isso optei por usar 2 fios, em que um deles usava uma cor e uns cms/ms mais à frente mudava a cor do outro fio e mantinha uma cor durante alguns metros e ia mudando a outra cor e quando queria mudar a cor do fio que usei mais mudava apenas essa e alguns cms/ms depois mudava a cor do outro, dessa forma o efeito de mudança de cor é mesmo perceptível e eras mesmo isso que eu queria, uma espécie de lã matizada feita a propósito sem gastar um cêntimo ;o)
Já terminei o meu trabalho secreto, brevemente mostrarei como ficou ;o)
Boa semana para voçês

24 de outubro de 2013

Aproveitar pontas de lã

Quando fiz o poncho guardei TODAS as pontas que rematei na ideia de servir de enchimento para um futuro boneco em tricot ou em crochet mas ao ver este ninho caído no chão de uma oliveira muito antiga aqui do quintal lembrei-me dos meus passarinhos Diamante-Mandarim que podem estar a precisar de tricotar uns ninhos para este Inverno já que eu me esqueci de apanhar palha para os ninhos antes que a mesma estivesse toda molhada... E pelos vistos já começaram a trabalhar, já que o montinho que coloquei já ficou bem desfeito e reduzido ;o)
Boa quinta-feira ;o)







23 de outubro de 2013

Do serão de ontem

ainda só posso calçar um pé ;o) retomei a paixão por meias, mas apenas a 2 agulhas, em tricot, nunca fiz com mais também por não ter agulhas de 2 pontas, ando sempre a adiar comprar umas. Já fiz uma vez uma par de meias mas para o meu pequenote. Ontem decidi fazer umas do meu tamanho, mas acho que vou alterar a ponta do pé pois as instruções que segui não gostei do resultado final. usei uma lã grossa que tinha em casa e resultou bem, a mesma que usei na camisola do meu marido (50% acrílico, 50% lã) e já estou a pensar e fazer umas com a lã da minha camisola (com composição igual à anterior mas é a Tweed em vez da Print da Miltons). No entanto estou a dar continuidade a uma experiência que iniciei à alguns dias atrás, mostro-vos apenas um pouquinho, é umas espécie de projecto secreto ;o)



o lado mais bonito ;o)

aonde é feita a costura, nota-se bastante e não é muito fácil de fazer sem ficar muito saliente,
mas aquece os pés que é uma beleza

um esquema novo e cores do stock caseiro: cinza, verde escuro, rosa (estou na duvida entre esta e outra cor) e bege

21 de outubro de 2013

Mais uma oferta de Natal acabada

Terminei a echarpe, que mais se parece com um xaile, eu sei, mas é muito versátil para usar, o que não acontece com os xailes mais pesados. Ficou com 1,50 m x 75 cm e gastou muito pouca lã. Usei 2 novelos (50g cada) já encetados de azul turquesa (que tive de comprar para acabar o meu poncho de granny squares) e um bege (da colcha de granny squares que fiz para mim) e ainda sobraram. Do cinza prata gastei uns 2 novelos inteiros (50g) mais um pouco de outro. Gostei muito deste esquema mas estava perto do fim quando fiquei doente e só fazia erros uns atrás dos outros, o pouco que crochetava quando voltava a pegar na echarpe tinha que desmanchar a maior parte do que tinha feito e isso é muito aborrecido ;o)
Boa semana para voçês







de manhã: aqui tive que colocar um peso pois o vento só fazia a fazia mexer


ao entardecer com flash

ao entardecer sem flash






18 de outubro de 2013

A desculpa perfeita

para usar o poncho: estar doente com uma amigdalite e não me apetecer mexer o corpo, era bom esta última parte, era bom...Para crochetar também não ando muito empolgada, mas lá vou fazendo um ou outro hexágono, já conto com quase 50 hexágonos feitos e unidos ;o)
Já adicionei o que estava em falta no PAP do hexágono ;o)
Bom fim de semana ;o)


17 de outubro de 2013

Passo-a-Passo: hexágono

Vem sendo hábito meu publicar alguns passo-a-passo, de certa forma faço-o também para me auxiliar numa próxima vez que queira fazer um projecto parecido, mas se puder auxiliar alguém com este PAP, sintam-se à vontade de levar convosco estas imagens ;o)
Quando comecei a fazer a manta de hexágonos deparei-me com um esquema que usava 3 correntes quer para os cantos quer para as faces do hexágono e juro-vos que demorei a perceber que o que eu estava a fazer não batia com o esquema, comecei a optar por 3 correntes nos cantos e 2 correntes nas faces, parecia-se assim mais com um hexágono e depois deparei-me sempre a fazer o esquema de forma diferente. E assim optei por continuar.

Neste hexágono aplico o ponto base (p.b), cluster3 para uns puff stitch para outros (é aqui que as terminologias de crochet UK e US entram para confundir, neste ponto base do hexágono o que difere do típico conjunto de 3 pontos altos, conhecidos como shell stitch nos granny squares (por exemplo) é que o conjunto dos 3 pontos são fechados numa só laçada, ou seja, são trabalhos de forma independente mas incompletos, deixando a última laçada de cada um deles para uma só, a qual fechará todos ao mesmo tempo. Vejam as imagens:








16 de outubro de 2013

Enamoramentos



Enquanto a manta de hexágonos cresce devagarinho (estou a achar que é um trabalho que desenvolve pouco...) nunca é demais descobrir novos websites com free patterns de tricot e crochet e eu perco-me a percorrer páginas e páginas, guardo, imprimo para sabe-se lá fazer qual e quando. Hoje (ontem) perdi um tempinho a namorar uns modelos e a 'culpa' é da minha querida Andreia que está a fazer um pullover em crochet e eu adorei o modelo e depois fui ver coisas de mulher, casacos e camisolas mais propriamente, em tricot ou em crochet e saí dessa pesquisa com estes amores em vista ;o) O casaco da 3ª imagem está nas minhas preferências, é um top-down na execução mas o casaco da 1ª imagem é a minha paixão (sem a faixa extra para botão. A minha indecição nas escolhas de um modelo para mim é escolher um que me fique bem e acreditem nem tudo me assenta bem, adoro ver peças nos cabides mas em mim é pura desilusão. Adorei o casaco da 2ª imagem mas receio não me assentar bem... E adorei a camisola da última imagem, essa sim parece encaixar melhor no meu corpo. Mas... terei que adiantar a manta de hexágonos e acabar a echarpe que está parada a poucas carreiras do fim. Com o meu filhote doentinho a disposição para o crochet não é das melhores mas em contrapartida está um doce de menino sempre a pedir miminhos e isso é TUDO ;o) Cliquem nas imagens para serem direccionados para a página da Red Heart e respectivas instruções/esquemas, ou então para procurarem coisas que seja do vosso agrado.
Boa semana ;o)
Knit Mitered Jacket
tricot

Roundabout Cardigan
crochet
Crochet Vintage Striped Jacket
crochet
Square Deal Sweater
crochet

11 de outubro de 2013

Do casaco, como prometido

Hoje  mostro-vos como ficou o casaco em crochet que fiz, mas agora com os últimos detalhes.
Fiz dois bolsos à frente e a estrela atrás (acolchoada). Sou suspeita em dizê-lo, mas adoro como ficou e já tenho em mente repetir a experiência futuramente ;o) 








7 de outubro de 2013

Como andam os WIP'S

Não tenho feito muita coisa, confesso, no entanto acho que apenas no fim desta semana é que poderei avançar mais trabalhos como a manta de hexágonos e a echarpe. Já tenho a estrela feita para o casaquinho do meu filhote e pelos vistos voltaram os dias mais quentinhos e este casaco não poderá ser estreado nos próximos dias...
Quanto à manta de hexágonos, andei meio perdida com ela, mesmo com o projecto do padrão errei nalgumas conjugações e tive que alterar (rabiscar) o projecto, concluí o padrão de 24 hexágonos para repetir mais umas quantas vezes (conforme o tamanho que quero). Agora será sem dúvida muito mais fácil de seguir este trabalho pois é só copiar o que fiz.
A echarpe vai crescendo, na próxima carreira irei começar com alternação de cores e como é um esquema fácil de trabalhar não aborrece, normalmente é nele que eu pego quando tenho pouco tempo para me dedicar ao crochet.
Depois de uma ideia que tenho em mente para outra oferta andei a pensar em investir numa oferta para mim e para o meu marido, primeiro para ele e depois para mim ;o) Falou-me num colete/pullover e eu queria muito um casaco, veremos....

2 de outubro de 2013

Um trabalho que me enche de orgulho

e de muita satisfação ;o) Terminei o casaco em crochet e gostei tanto de o fazer. Este foi a 1ª roupa de vestir que fiz em crochet e só não percebo bem porque é que nunca fiz uma coisa destas antes ;o) Não quero dizer que foi feito com uma perna às costas, pois tive os meus dissabores, mas acho que a minha experiência com o tricot tornou as coisas mais fáceis de ultrapassar. Gostei tanto do resultado final, mas tanto, sinto o mesmo que senti quando fiz a 1ª camisola para o meu filho no entanto sei que o fiz de forma perfeita, sem me gabar exageradamente, e isso faz-me sentir tão bem... Segui à risca as instruções relativamente ao tamanho da peça mas a partir das barra dos botões/casas decidi alterar e fazer conforme o meu gosto. Escolhi fazer essas barras em cor contrastante e usar o ponto caranguejo e para rematar o capuz um pompom. Sei bem que este casaco ainda não está acabado e que falta algo mais, já tinha falado em fazer uma estrela nas costas, o meu marido diz um carro ou então a inicial do nosso filho, sinto-me inclinada para o 1º e/ou para o último, como o aniversário dele é só para a semana que vem terei tempo para decidir qual o toque final. Aí tirarei fotos no modelo ;o)